Taxas baixas de hospitalizações evitáveis sugerem CSP eficazes

Foi publicado no passado dia 13 de dezembro o relatório  Portugal: Perfil de Saúde do País 2021, da autoria da OCDE e Observatório Europeu de Sistemas e Políticas de Saúde.

Neste documento pode-se ler que “Taxas baixas de hospitalizações evitáveis sugerem cuidados de saúde primários eficazes” e que em “Portugal, as taxas de hospitalizações por asma, DPOC, insuficiência cardíaca congestiva e diabetes estão entre as mais baixas da EU”.

O mesmo documento diz-nos ainda que a gestão das doenças crónicas pelos Cuidados de Saúde Primários é melhor do que em inúmeros outros países (pág. 13 do documento).

Afirma-se, ainda, que “na última década, as taxas de hospitalizações por diabetes têm diminuído de forma constante em Portugal, atingindo 56 hospitalizações por 100 000 habitantes em 2019, o que corresponde a menos de metade da média da UE de 140 hospitalizações por 100 000 habitantes”.  Uma das grandes mudanças sistémicas que aconteceu em Portugal foi a Reforma dos Cuidados de Saúde Primários e a implementação das Unidades de Saúde Familiar – USF.

Trata-se de mais um reforço de toda a evidência que existe sobre o papel dos Cuidados de Saúde Primários e das USF na Saúde dos Portugueses.

A USF-AN está, como sempre, disponível para discutir e colaborar na definição das políticas de Saúde do nosso país que reforcem os Cuidados de Saúde Primários e aumentem, ainda mais, o seu impacto na melhoria da Saúde em Portugal.

A Direção

15.dezembro.2021

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Unidades de Saúde Familiar - Associação Nacional