Novos Órgãos Sociais USF-AN – Triénio 2018-2021

Depois de um processo eleitoral que se iniciou no dia 28 de novembro e terminou no dia 1 de dezembro, que pela primeira vez foi realizado com recurso a votação eletrónica, foi eleita a lista A, tendo assim sido possível aumentar a participação dos associados neste processo eleitoral.

No mesmo dia, na Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, em Coimbra, tomaram posse os novos Órgãos Socias da USF-AN para o triénio 2018-2021 (ver aqui).

A nova Direção, presidida por João Rodrigues, assume-me como uma Direção de continuidade, apesar de ter ocorrido uma renovação dos membros da Ex-direção em cerca de 50%, destacando-se a integração de jovens profissionais de saúde de USF de Lisboa (USF da Baixa e Oriente) e outras USF do país, nomeadamente de cidades como Vila Real, Braga, Matosinhos, Condeixa e Lourinhã.

Esta direção tem como principais eixos no seu plano de ação:

  1. Que futuro para os Cuidados de Saúde Primários?

Alimentar o debate e discussão pública da temática “Reinventar o Centro de Saúde” e redimensionamento dos atuais mega-ACeS, partindo da base definida no 7×7 Medidas: Novo Ciclo para os Cuidados de Saúde Primários.

  1. Movimento Nacional em Defesa da Marca USF

Associar a defesa da marca SNS à necessidade de modernizar o Estado, onde as USF já demonstraram ser uma componente fundamental da modernização do SNS e capazes de resolver a falta de equidade e assimetrias nas diferentes regiões do país.

  1. Melhoria contínua, Formação-ação e BI-CSP

Continuar a desenvolver o BI CSP, como ferramenta base de apoio à contratualização e monitorização dos resultados nos CSP. Em parceria com a DECO e o Ministério da Saúde, lançar o “Selo de Acessibilidade” das USF/UCSP. Continuar a desenvolver a Academia dos CSP como principal atividade formativa que responde às necessidades dos profissionais.

  1. Ligação à comunidade e aos utentes

Em parceria com a DECO dar continuidade ao projeto “A minha Saúde, a minha Comunidade”, que começará por finalizar a formalização das vinte e oito Comissões de Utentes criadas em 2018, e desenvolverá outras ações de formação de apoio à constituição de novas Comissões de Utentes para as USF.

Para João Rodrigues e toda a sua equipa, estes próximos três anos serão centrados na exigência de se lançar um novo impulso para reiniciar a Reforma dos CSP, generalizando a marca USF a todo o país. Ao mesmo tempo, esta Direção estará focada em alimentar o debate em torno da “Reinvenção do Centro de Saúde” centrado na comunidade, nas pessoas e nas famílias, aumentando os ganhos em saúde e a qualidade de vida da nossa população.

A Direção

**Conheça os novos Dirigentes AQUI.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember meLost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register