DIREÇÃO USF-AN 2015-2018 | 1 ANO DE ATIVIDADE

A atual Direção da USF-AN, eleita no passado dia 17 de outubro de 2015, completa hoje um ano de atividade.

Dar continuidade ao trabalho realizado pela Direção anterior, imputando-lhe um novo carácter e uma nova dinâmica, foi a vontade com que João Rodrigues, atual Presidente da Direção, e os restantes Dirigentes abraçaram este projeto.

A USF-AN está indissoluvelmente ligada e dependente das USF e dos seus Profissionais, dos Cuidados de Saúde Primários (CSP) e do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Nasceu, amadureceu e agora continua a crescer inspirada nos seus valores.

A USF-AN apenas se cumpre servindo as USF e as equipas, os CSP e o SNS.

Fomentar a partilha de conhecimento, desenvolver equipas autónomas e responsáveis e incentivar a capacitação dos utentes para uma prestação de CSP de qualidade é a nossa missão.

Este é o caminho que queremos percorrer!

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

Entre inúmeras iniciativas, diversas reuniões e atividades, a Direção da USF-AN destaca sete áreas de enorme sucesso, fruto da dedicação e empenho dos seus dirigentes e colaboradores:

I
4º ENCONTRO DE OUTONO DAS USF

Decorrido na Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos (Porto), no passado dia 13 de novembro de 2015, o 4º ENCONTRO DE OUTONO DAS USF, centrado no Portal BI|USF (www.biusf.pt), mostrou-nos que o BI|USF está a dotar as USF de um instrumento de Governação Clínica, que as apoia e sustenta o seu desenvolvimento enquanto organizações inteligentes (aprendentes).

Abordaram-se ainda outros temas de enorme importância para as USF e CSP, concluindo-se, de entre os cerca de 250 participantes, que era necessário um NOVO CICLO DA REFORMA DOS CSP. (clique aqui para ver as conclusões)

II
RESTRUTURA INTERNA DE COLABORADORES
A USF-AN restruturou a sua estrutura interna de colaboradores, passando de 3 para 2, renegociando os contratos de trabalho dos mesmos. Estes novos contratos seguem os princípios base das remunerações em USF modelo B, aos quais se associam incentivos pelo cumprimento das metas contratualizadas para as diversas atividades, serviços e iniciativas, assim como resposta às necessidades da entidade.

Com esta medida, a Direção da USF-AN contribuiu, em parte, para a sustentabilidade financeira para o presente e futuro da Associação.

III
8º ENCONTRO NACIONAL DAS USF | ACADEMIA DOS CSP

Com o lema CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS: A APOSTA DO NOVO CICLO POLÍTICO? a atual Direção realizou em maio de 2016 o 8º ENCONTRO NACIONAL DAS USF (8ºENUSF).

Inserido no programa científico do evento, foi lançada a 1ª edição da ACADEMIA DOS CSP (ACSP), com 14 Cursos Avançados de Formação (CAF) (ver aqui), assumida como principal atividade formativa da USF-AN. A ACSP é um espaço colaborativo de aprendizagem, de cidadania, promotor do desenvolvimento e do reconhecimento dos conhecimentos, das qualificações e das práticas dos Recursos Humanos e das Equipas dos CSP, nomeadamente das USF. (ver informação aqui)

O 8ºENUSF reuniu cerca de 700 profissionais em Aveiro, contando também com a presença de personalidades incontornáveis do setor da saúde, destacando-se a presença da equipa ministerial. (informação sobre o 8ºENUSF aqui)

No dia 14 de maio, no encerramento do evento, ficou clara a concordância e apoio às grandes linhas estratégicas do relançamento da Reforma dos CSP, que decorrem do programa do Governo e do Plano Estratégico da CNCSP.

Contribuindo para este facto, foi dado um grande passo no que diz respeito à colaboração entre entidades, nomeadamente Ministério da Saúde, ACSS, Universidade de Aveiro e DECO. Foram assinados protocolos de colaboração entre a USF-AN a estas entidades. (ver protocolos aqui)

IV
PR
OGRAMA DE VISITAS ÀS USF

A USF-AN iniciou em 2016 o seu PROGRAMA DE VISITAS ÀS USF, tendo sido já realizadas a algumas unidades nas zonas do Estoril, Braga, Gondomar, Oeiras e Lisboa.

Estas visitas têm como principal objetivo a aproximação da USF-AN aos profissionais e equipas, permitindo um efetivo conhecimento das condições e realidades locais. (ver informação completa aqui)

Deste programa, destacou-se a visita à cidade de Braga, com a criação do Núcleo de Braga da USF-AN, liderado pela Vogal da Direção, Cristina Afonso, que tem como objetivo fazer a ponte entre as Unidades Locais e a Direção da USF-AN.

V
CONFERENCE EUROPEAN FORUM FOR PRIMARY CARE | PORTO 2017


Recentemente, a USF-AN oficializou a parceria com o EUROPEAN FORUM FOR PRIMARY CARE, para a realização da CONFERENCE EUROPEAN FORUM FOR PRIMARY CARE, em setembro de 2017, na cidade do Porto. (visite site aqui)

Numa ótica de rede de partilha e cooperação entre agentes da saúde, a USF-AN tomou a iniciativa de criar um consórcio português com a missão de organizar e concretizar este evento. Este consórcio reúne outras entidades cooperantes, nomeadamente ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES E ORIENTADORES DE MEDICINA GERAL E FAMILIAR (ADSO), ASSOCIAÇÃO DE UNIDADES DE CUIDADOS NA COMUNIDADE (AUCC), ORDEM DOS ENFERMEIROS (OE) e ORDEM DOS MÉDICOS (OM).

Os temas a abordar nesta valorosa iniciativa versarão sobre a necessidade de alargamento da estratégia de saúde a outros setores e esferas sociais, encarando o desenvolvimento dos cuidados de saúde primários como estratégia transversal. Nesta iniciativa participarão personalidades incontornáveis da saúde quer nacionais quer de origem internacional.

VI
REUNIÕES COM PARTIDOS POLÍTICOS E TRIBUNAL DE CONTAS
Nos últimos meses a Direção da USF-AN reuniu com todos os Partidos Políticos, apresentando propostas objetivas para o Orçamento de Estado de 2017 (OE 2017) na área da saúde, nomeadamente nos CSP.

A prestação de cuidados de saúde de qualidade aos portugueses passa pelo investimento nos CSP, encarados como porta de entrada do SNS, nomeadamente investimento nas unidades prestadoras e seus profissionais.

A USF-AN defende uma qualificação da despesa, que passará pelo investimento nas USF, na criação de novas unidades deste tipo e possibilidade de evolução das que se encontram em modelo organizativo A para modelo B, desde que reúnam todas as condições exigidas.

No que diz respeito à valorização dos profissionais que exercem a sua atividade profissional nas USF modelo B, a USF-AN apresentou propostas concretas para o OE 2017 no sentido da regularização dos devidos Incentivos Financeiros em atraso, assim como reorganização concetual e metodológica relativamente a esta matéria, com vista a implementar um sistema justo, rigoroso e sem atrasos para anos futuros.

Depois da publicação do Relatório de Auditoria nº 11/2016 do Tribunal de Contas, sobre o qual desde logo nos pronunciamos (ver aqui), a Direção da USF-AN solicitou reunião a essa instituição, a qual já ocorreu no passado mês.

Com esta reunião foi possível discutir alguns conceitos fundamentais e organizativos sobre as USF, nomeadamente as de modelo B, essencialmente no que respeita a remunerações, horários, assim como sensibilizar para a realização de futuras auditorias mais focadas em resultados em saúde e menos focadas em contas.

VII
REUNIÕES REGULARES COM A TUTELA
A atual Direção da USF-AN, normalmente com periodicidade mensal, participa em reuniões de trabalho com o Ministro da Saúde, o Secretário de Estado Adjunto da Saúde, a Coordenação Nacional para a Reforma do SNS – área dos CSP e com a ACSS.

Estas reuniões têm como objetivo trabalhar em estratégias e propostas concretas para a otimização dos CSP, assim como de todas as normas legislativas e organizativas a eles alocadas.

A Direção da USF-AN prevê que 2017 será um ano favorável e estável, antevendo a reformulação da legislação sobre algumas matérias dos CSP, essencialmente afetas às USF.

Destas reuniões destaca-se o forte compromisso estabelecido entre as entidades participantes para a promoção da saúde dos portugueses e qualificação e reconhecimento dos profissionais.

Temas como Incentivos Financeiros e Institucionais, Gestão de Recursos Humanos nos CSP, Contratualização, horários de trabalho, evolução de modelo nas USF, Sistemas de Informação, Enfermeiro de Família, perfil do Secretário Clínico, entre outros, são abordadas nestas reuniões.

O cronograma de trabalho previamente desenhado aponta a finalização destes trabalhos em dezembro de 2016. Por este motivo, acreditamos que 2017 será um ano de viragem e que a Reforma dos CSP iniciará um novo ciclo, com mais vitalidade, frescura e pró-atividade.


ASSOCIE-SE A ESTA CAUSA

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register