ARS LVT ignora trabalho de profissionais de saúde

COMUNICADO USF-AN

A ARS LISBOA E VALE DO TEJO IGNORA O TRABALHO DE ENFERMEIROS DE FAMÍLIA E SECRETÁRIOS CLÍNICOS NÃO PAGANDO OS INCENTIVOS FINANCEIROS DEVIDOS


Passados 4 meses da data limite legalmente definida (15 de julho) para pagamento dos Incentivos Financeiros a Enfermeiros de Família e Secretários Clínicos das USF em modelo B, verificamos que ainda temos uma ARS que não procedeu ao devido pagamento.

Centenas de profissionais das USF com direito aos incentivos previstos na lei, associados ao seu desempenho qualitativo, enfrentam hoje o sentimento de retirada do que lhe é devido.

À semelhança dos anos anteriores, verificamos um atraso inaceitável por parte de todas as ARS.

Todavia, não se entende o porquê das ARS do Norte e Centro terem já regularizado o pagamento e a ARS de LVT, insiste no incumprimento dos compromissos assumidos, sem qualquer justificação aos profissionais e às equipas, quando todas elas se regem pela mesma lei, estando assim sujeitas aos mesmos prazos.

Perante este tipo de incumprimento da Administração, que em nada reconhece o esforço daqueles que diariamente dão o seu melhor para a saúde dos Portugueses, preocupa-nos esta situação e sentimento de perda que os profissionais aqui envolvidos, imprimindo nos contactos com os seus utentes o rosto de desmotivação e desilusão.

A USF-AN exige que o pagamento dos Incentivos Financeiros às Equipas sejam validados de imediato e requer que os profissionais sejam informados da data para pagamento dos mesmos.

A USF-AN e os profissionais das USF exigem que o atual Ministério da Saúde esclareça a ARS de LVT sobre as suas obrigações e compromissos, cumprindo no imediato o respetivo pagamento.

 

18 de novembro de 2015

 

Pel’a Direção da USF-AN

João Rodrigues | Presidente da Direção

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register