Síntese dos Programas Eleitorais [USF]- Legislativas 2019

Modelo a, b, c

O PS afirma o princípio da responsabilidade do Estado no garante e na promoção da proteção da saúde através do SNS, assumindo que a contratação de entidades terceiras é condicionada à avaliação da necessidade. Igualmente, assume o compromisso de não fazer nenhuma nova PPP.

Na gestão clínica num estabelecimento em que ela não exista.

Recursos humanos

Garantir uma equipa de saúde familiar a todos os portugueses.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Rever e universalizar o modelo das unidades de saúde familiar (USF) a todo o adequando-o à realidade de cada região.

Outras medidas

Rever e universalizar o modelo das unidades de saúde familiar (USF) a todo o adequando-o à realidade de cada região.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Sem referências.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Na vertente pública do Sistema Nacional de Saúde há que mudar o paradigma em termos de gestão:

  • garantindo a autonomia de gestão, com fixação contratualizada de objetivos em função das melhores práticas (em termos nacionais e internacionais);
  • responsabilizando essas equipas pelos resultados atingidos;
  • e criando um sistema de incentivos e de penalizações em função da prossecução dos objetivos previamente definidos.

Outras medidas

Sem referências.

Modelo a, b, c

Adaptaremos o modelo de financiamento das Unidades de Saúde Familiar, que pode estar dentro ou fora das ULS, para lhes dar o incentivo de receber todos os utentes que, atualmente e muitas vezes sem alternativa, recorrem injustificadamente aos serviços de urgência dos hospitais.

Recursos humanos

É hora de implementar o Enfermeiro de Família.

Reforçaremos e alargaremos a todo o país o papel do enfermeiro de família, enquanto profissional qualificado, que integra a equipa multidisciplinar de saúde e assume a responsabilidade pela prestação de cuidados de enfermagem de proximidade, globais, a um grupo limitado de famílias, em todo os processos de vida, nos vários contextos da comunidade.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Adaptaremos o modelo de financiamento das Unidades de Saúde Familiar, que pode estar dentro ou fora das ULS, para lhes dar o incentivo de receber todos os utentes que, atualmente e muitas vezes sem alternativa, recorrem injustificadamente aos serviços de urgência dos hospitais.

Outras medidas

Sem referências.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Mais formação e concursos de contratação a tempo e horas: reforçar o número de vagas para formação especializada e promoção, através das instituições do SNS, da formação contínua e especializada a todas e todos os profissionais de saúde.

Mais proximidade, maior cobertura, melhor prevenção:

  • Reforço da rede de cuidados de saúde primários de proximidade e articulação com as unidades de saúde pública.
  • Combater as desigualdades de tratamento e acesso nos cuidados primários, com a generalização das Unidades de Saúde Familiar (USF) e reforço das redes de referenciação.
  • Dimensionar os centros de saúde para uma resposta local efetiva, com capacidade para gerir os seus utentes numa ótica de saúde comunitária e com respostas diferenciadas e em articulação com a comunidade.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Sem referências.

Outras medidas

Sem referências.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Sem referências.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Sem referências.

Outras medidas

Sem referências.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Atribuir um médico de família a todos os utentes.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Sem referências.

Outras medidas

Sem referências.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Reforçar a proximidade, garantindo que todos têm médico e enfermeiro de família e que estes se encontram integrados em equipas com assistentes operacionais, assistentes sociais e pessoal administrativo (assistentes técnicos); garantindo que o número de utentes de cada médico de família permite um acompanhamento efetivo (reduzir o número de utentes para menos de 1500 utentes por médico); requalificando os centros de saúde.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Sem referências.

Outras medidas

Promovendo a auto-organização interna dos hospitais e a sua articulação eficaz com os centros de saúde (UCSP e USF) e as outras unidades de cuidados primários.

Modelo a, b, c

Sem referências.

Recursos humanos

Sem referências.

Sistema de incentivos/Regime Remuneratório

Sem referências.

Outras medidas

Sem referências.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register