Uma forte aposta no trabalho em “Rede” para cuidados de qualidade

Apresentação pública da Rede de Organizações de pessoas que vivem com doença e utentes de saúde

No passado dia 6 de junho a USF- AN esteve representada, pela vogal da direção, Isabel Gonçalves, na  sessão de apresentação pública da Rede de Organizações de Pessoas que vivem com Doença e Utentes de Saúde, realizada no Auditório António de Almeida Santos na Assembleia da República.

A Rede de Organizações de Pessoas que vivem com Doença e Utentes de Saúde, é uma rede informal e assume-se como um fórum de reflexão e de entendimento em prol da promoção dos direitos das pessoas que vivem com doença e dos utentes de saúde.

As quatro organizações: Plataforma Saúde em Diálogo;  a FENDOC – Federação Nacional das Associações de Doenças Crónicas; a MAIS PARTICIPAÇÃO, melhor saúde; e a RD – Portugal – União das Associações de Doenças Raras de Portugal, assinaram o Documento de Consenso que pode ser consultado aqui . Poderá ainda visualizar as fotografias dos principais momentos da sessão na  página de Facebook da Plataforma Saúde em Diálogo:

Fotografias de Sandra Ribeiro (Assembleia da República)

Fotografias de Miguel Ribeiro Fernandes  

A Rede de Organizações de pessoas que vivem com doença crónica e utentes de saúde será, no nosso entendimento, um barómetro da nossa atividade, uma peça fundamental para um verdadeiro trabalho em rede e prestação de cuidados baseados em valor, ou seja verdadeiramente centrados na pessoa. Se queremos os cuidados centrados na pessoa teremos que os organizar em função das suas necessidades e, para ser conhecedores dessas necessidades, temos que estar próximos, ouvir e mobilizar ativamente a informação que nos transmitem, trabalhar em parceria!

Não basta apenas uma referência aos cuidados centrados na pessoa, esta tem que ser uma realidade, e tem que ser sentida por elas. Se queremos cuidados baseados em valor, temos que assumir a saúde como uma responsabilidade partilhada assente num modelo de cuidados colaborativo, onde todos (profissionais e pessoas que procuram cuidados) colaboram na cocriação dos cuidados de saúde.

Importa considerar e otimizar da experiência da pessoa que procura cuidados de saúde e dar-lhe a devida valorização de forma a ter uma participação ativa na tomada de decisões e assim conseguirmos a melhoria dos resultados de saúde. Importa defender uma cultura de integração, em vez de uma cultura de ganho individual, e esta rede é reflexo disso.

Reconhecemos também que é necessária uma forte liderança colaborativa e não posicional, pois só bons líderes conectam pessoas.  A USF-AN está, sempre esteve e sempre estará disponível para fazer parte da solução em prol da defesa de bons cuidados no SNS e estamos disponíveis para colaborar. Buscamos a excelência dos cuidados e a melhoria contínua, somos colaborativos, valorizamos todos. Desejamos à Rede de Organizações de pessoas que vivem com doença e utentes de saúde, votos de muito sucesso.

A vogal da direção da USF-AN,

Isabel Gonçalves

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register