Greve dos Enfermeiros – USF-AN contacta SEP para incluir medidas reivindicativas

12.março.2018

A USF-AN tem vindo a manifestar-se contra a atitude de bloqueio que o ministério da saúde tem protagonizado à reforma dos CSP. O mais recente Despacho (Despacho n.º 1194-A/2018) que define o número de USF a constituir no ano de 2018, é a prova disso, como tivemos já oportunidade de manifestar em comunicado público sobre o tema.

As ARS (Administração Regional de Saúde) continuam, de forma reiterada, a não cumprir a Portaria nº 212/2017, de 19 de julho, nomeadamente, a não pagar a totalidade do salário aos enfermeiros e secretários clínicos das USF de modelo B. Igualmente reagimos a este facto, como  se pode confirmar pala informação disponível aqui. Ainda não recebemos resposta das ARS incumpridoras.

A USF-AN tem lutado sempre pela melhoria do SNS, promovendo a “Marca USF”, que tem demonstrado os melhores resultados em eficiência e desempenho, como demonstram os resultados do recente estudo da CNCSP.

Muitos profissionais de saúde nos quais se incluem os enfermeiros, neste momento veem as suas expectativas frustradas, não apenas porque não conseguem evoluir para modelo B de USF, mesmo com os pareceres técnicos favoráveis, mas também porque veem os seus ordenados cortados por decisão da ARS da sua área regional.

Com o objetivo de criarmos sinergias, sabendo da greve por vós programada para 22 e 23 de março e confiantes no vosso desígnio pelas melhores condições de trabalho dos profissionais e consequente melhoria dos CSP e do SNS, deixamos à vossa consideração a inclusão destes pontos para essa jornada de luta.

Agradecemos desta já a V/atenção, apresentamos os nossos melhores cumprimentos.

Pel’a Direção da USF-AN

Mário Rua

Vice – Presidente da Direção

*Retirado do Ofício 14/2018

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Unidades de Saúde Familiar - Associação Nacional