Audição da Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença COVID-19 e do processo de recuperação económica e social

No passado dia 27 de janeiro, a USF-AN participou na Audição da Comissão Eventual para o acompanhamento da aplicação das medidas de resposta à pandemia da doença COVID-19 e do processo de recuperação económica e social.

Esta sessão estava organizada da seguinte forma:

  1. 12 minutos de intervenção para cada representante das entidades presentes;
  2. Cada deputado tinha direito a fazer uma pergunta a cada representante das entidades presentes;
  3. Seguiu-se uma segunda ronda de perguntas para os interessados;
  4. Finalizou-se com uma intervenção de 6 minutos de cada representante das entidades presentes.

Nesta audição, a USF-AN teve a oportunidade de enumerar algumas áreas que carecem de investimento, especialmente as que estão diretamente ligadas a esta pandemia, nomeadamente:

  1. Necessário investimento em  infraestrutura, serviços e recursos humanos, englobando as várias profissões da saúde;
  2. Incentivo à recuperação da atividade assistencial, mas para todos os grupos profissionais das UCSP/USF (independentemente do modelo), em linha com o despacho que estabelece esta medida nos cuidados Hospitalares;
  3. Melhorar a plataforma TRACE Covid, de forma a retirar carga de trabalho aos profissionais que a utilizam; Garantir que todos os laboratórios (incluindo os hospitalares) disponibilizem automaticamente o resultado no TRACE Covid; Gerar automaticamente SINAVE med;
  4. Desburocratizar os CSP: retirar deste nível de cuidados várias burocracias que aumentam a sobrecarga de trabalho dos profissionais, fazendo perder o foco e energia do utente;
  5. Reduzir as burocracias dos anos de pandemia – assumir formalmente a suspensão temporária dos RA/PAUF referentes a estes 2 anos, trocando por planos de melhoria contínuos simples e direcionados às reais necessidades dos utentes;
  6. Resolver de modo célere e justo a indefinição da transição de unidades para modelo USF, nomeadamente na transição para modelo B; Está em causa a motivação e estabilidade das equipas e a crença na honestidade e boa fé das instituições governamentais e administrativas; Tentar evitar o descontentamento e eventual êxodo de profissionais pós pandemia;
  7. Assumir, de uma vez por todas e sem falhas, uma comunicação clara, para profissionais de saúde e utentes, sobre a vacinação COVID-19, para não gerar inquietações na população que consequentemente afetará o trabalho dos profissionais de saúde.

Muitos outros temas havia a elencar, contudo a organização da sessão não o possibilitou. Estamos disponíveis para voltar a dar o nosso contributo e esperamos que as ideias partilhadas, possam dar um contributo na melhoria dos CSP e SNS.

Assista à audição aqui.

A Direção

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register

Unidades de Saúde Familiar - Associação Nacional