Outras formações

WORKSHOP

Como elaborar atas

ENQUADRAMENTO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO

A Governação clínica/gestão clínica é vista como o processo através do qual as organizações de saúde se responsabilizam pela melhoria contínua da qualidade dos seus serviços e pela salvaguarda de padrões elevados de qualidade de cuidados. Envolve todos os membros da equipa de saúde pelo reconhecimento do contributo de cada um para a qualidade dos cuidados, implica esforço conjunto para identificar aspectos que necessitem de melhoria e para procurar soluções, implica responsabilização pelos serviços prestados.

É missão da USF-AN fomentar a partilha de conhecimento e o desenvolvimento de equipas autónomas e responsáveis, para uma prestação de Cuidados de Saúde Primários de qualidade.

Com este pressuposto a delegação Sul da USF-AN pensou o COMPARA (Comunidade de Partilha e Aprendizagem da Delegação Sul) como reuniões que visam a partilha e aprendizagem entre as equipas, capacitando-as com mais competências e conhecimentos, tendo por base as efetivas necessidades dos profissionais. Pretendeu-se que os temas fossem transversais aos três grupos profissionais.

Neste workshop pretende-se incrementar os conhecimentos dos participantes sobre como elaborar e implementar uma ata numa unidade de saúde.

OBJETIVOS Gerais

  • Sensibilizar os participantes para a elaboração de um plano anual de reuniões adaptado à realidade da unidade de saúde;
  • Sensibilizar os participantes para a importância da elaboração de atas na unidade de saúde.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Os(as) participantes(as) deverão ser capazes de:

  • Compreender o conceito de plano de reuniões, ordem de trabalho de uma reunião e ata;
  • Elaborar um plano anual de atas;
  • Elaborar uma ata e respetiva ordem de trabalhos (conhecer os elementos obrigatórios que devem constar de uma ata);
  • Identificar as atas a elaborar na unidade de saúde (multiprofissionais, conselho geral, conselho técnico, sessões clínicas e grupos profissionais);
  • Conhecer as atas obrigatórias de acordo com DiOr-USF.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • Definição de plano anual de reuniões e ata;
  • Definição da estrutura e pontos obrigatórios de uma ata;
  • Elaboração de atas por grupos de trabalho.

ORGANIZAÇÃO

Modalidade: formação-ação

Destinatários: profissionais das unidades de saúde (médico de família, enfermeiro de família e secretários clínicos)

Requisitos: máximo de 25 participantes (acesso preferencial a associados USF-AN com quotas regularizadas)

Forma de organização: formação em sala

Data: 24 de fevereiro de 2018

Carga horária: 4 horas

Recursos pedagógicos: Baterias de diapositivos

Espaço e equipamentos: Sala de reuniões com mesa e cadeira para todos os formandos, computador e sistema de projeção, quadro branco e flipchart

Metodologias de formação: método expositivo; dinâmicas de grupo; método interrogativo; método ativo

Formadores: Ana Rita Lisa, Nuno Ferreira e Pedro David

Horário Atividade
09h00 – 09h30 Apresentação dos formadores

Identificação dos formandos

Alerta para o preenchimento questionários da formação

Metodologia da formação

Formação

09h30 – 10h30 Inicio dos trabalhos práticos
10h30 – 10h45 Intervalo
10h45 – 11h30 Trabalho prático
11h30 – 13h00 Apresentação e discussão dos trabalhos
Entrega dos questionários da formação

Incentivo à integração da delegação sul

 

WORKSHOP

Guia de acolhimento ao utente

ENQUADRAMENTO DA AÇÃO DE FORMAÇÃO

A Governação clínica/gestão clínica é vista como o processo através do qual as organizações de saúde se responsabilizam pela melhoria contínua da qualidade dos seus serviços e pela salvaguarda de padrões elevados de qualidade de cuidados. Envolve todos os membros da equipa de saúde pelo reconhecimento do contributo de cada um para a qualidade dos cuidados, implica esforço conjunto para identificar aspectos que necessitem de melhoria e para procurar soluções, implica responsabilização pelos serviços prestados.

É missão da USF-AN fomentar a partilha de conhecimento e o desenvolvimento de equipas autónomas e responsáveis, para uma prestação de Cuidados de Saúde Primários de qualidade.

Com este pressuposto a delegação Sul da USF-AN pensou o COMPARA (Comunidade de Partilha e Aprendizagem da Delegação Sul) como reuniões que visam a partilha e aprendizagem entre as equipas, capacitando-as com mais competências e conhecimentos, tendo por base as efetivas necessidades dos profissionais. Pretendeu-se que os temas fossem transversais aos três grupos profissionais.

Neste workshop pretende-se incrementar os conhecimentos dos participantes sobre como elaborar e implementar um guia de acolhimento ao utente numa unidade de saúde.

OBJETIVOS Gerais

  • Sensibilizar os participantes para a elaboração de um guia de utente  adaptado à realidade da unidade de saúde;
  • Sensibilizar os participantes para a importância da elaboração de um guia de utente na unidade de saúde.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Os(as) participantes(as) deverão ser capazes de:

  • Compreender a necessidade de um guia de utente/acolhimento;
  • Compreender o conceito;
  • Elaborar um guia;
  • Conhecer as informações basilares, obrigatórias de acordo com o instrumento atualmente em vigor, matriz DiOr.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

  • O que é um guia de acolhimento ao utente;
  • Definição da estrutura, conteúdo obrigatório e/ou facultativo;
  • Elaboração de um exemplar de guia de acolhimento ao utente, dividido por grupos de trabalho.

ORGANIZAÇÃO

Modalidade: formação-ação

Destinatários: profissionais das unidades de saúde (médico de família, enfermeiro de família e secretários clínicos)

Requisitos: máximo de 25 participantes (acesso preferencial a associados USF-AN com quotas regularizadas)

Forma de organização: formação em sala

Data: 24 de fevereiro de 2018

Carga horária: 4 horas

Recursos pedagógicos: Baterias de diapositivos, baterias de casos

Espaço e equipamentos: Sala de reuniões com mesa e cadeira para todos os formandos, computador e sistema de projeção, quadro branco e flipchart

Metodologias de formação: método expositivo; dinâmicas de grupo; método interrogativo; método ativo

Formadores: Carla Moura, Inês Mateus, Daniel Santos

Horário Atividade
09h00 – 9h30 Apresentação dos formadores

Identificação dos formandos

Dinâmica de aferição de conhecimentos

Alerta para o preenchimento questionários da formação

Metodologia da formação

Formação

9h30 – 11h00 Inicio dos trabalhos práticos
11h00 – 11h15 Intervalo
11h15 – 12h00 Trabalho prático
12h00 – 13h00 Apresentação e discussão dos trabalhos
Entrega dos questionários da formação

Incentivo à integração da delegação sul

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register